Panorama local 30/08/2019

PIB do 2º Trimestre... O PIB brasileiro superou expectativas no 2º trimestre de 2019, registrando um crescimento de 0,4% em relação ao trimestre anterior e dando fôlego adicional ao mercado ontem. O resultado veio duas vezes maior do que a mediana das projeções do mercado indicava (+0,2%) e veio acompanhado de uma revisão positiva do crescimento no 1º trimestre (de -0,2% para -0,1%). Apesar do número ainda não representar um crescimento expressivo, o grande ponto a se destacar na leitura é o avanço dos investimentos na FBCF (+3,2% t/t) que voltou a dar sinais de recuperação após 2 trimestres consecutivos de queda.

Junto ao investimento, o consumo trouxe sinais positivos, e apesar de apresentar um crescimento modesto na margem (0,3% t/t) se manteve crescendo pelo 4º trimestre consecutivo. Juntos, consumo e investimento compensaram a diminuição dos gastos do governo e queda das exportações (importações avançaram), que refletem o cenário externo mais desafiador.

PEC paralela aprovada até o final do ano... Segundo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a PEC que traz as alterações feitas na casa revisora à reforma da Previdência pode ser aprovada ainda este ano. Anteriormente, a expectativa era que o mecanismo que espelha a reforma federal nos estados e municípios teria que esperar até 2020 para encerrar seu trâmite no Legislativo federal. Em reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o autor da proposta complementar, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), os três parlamentares se comprometeram com a aprovação do texto ainda este ano.

Fachin nega anulação do processo contra Lula... A liminar que questionava a atuação dos procuradores da Lava Jato e buscava liberar o ex-presidente foi negada pelo ministro Edson Fachin, ontem (29). A decisão deve ser revista no futuro pela segunda turma do STF.

Na agenda... Depois dos números positivos da taxa de crescimento do PIB (0,4%) divulgados ontem, todos aguardam a divulgação dos números de desemprego para julho. Os resultados serão revelados, hoje (30) às 9h, e a expectativa é que ocorra uma leve queda em comparação ao mês de junho, que registrou taxa de 12%. Além dos dados de desemprego, também será divulgada hoje a bandeira tarifaria da Agência Nacional de Energia Elétrica. O dado é de grande relevância para indústria, que tem seus custos impactados pelo preço da energia elétrica.

Fonte: Guide Investimentos
0 visualização
  • Legis Maxima
  • Instagram
png android.png

©2019 by Legis Maxima

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now