EMPRESAS

Embraer (EMBR3): A Embraer teve um lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 26,1 milhões no segundo trimestre, revertendo perdas de R$ 485,0 milhões do mesmo período do ano passado.


Kroton (KROT3): A Kroton apresentou um lucro líquido ajustado de R$ 266,696 milhões no segundo trimestre deste ano, representando queda de 44,2% na comparação com o mesmo período do ano passado.


Randon (RAPT3): A Randon registrou um lucro líquido de R$ 84,538 milhões de abril a junho, desempenho 2,68 vezes acima do reportado no mesmo intervalo do ano passado, de R$ 31,439 milhões.


Alupar (ALUP11) A Alupar apresentou um lucro líquido de R$ 110,9 milhões no segundo trimestre deste ano no critério societário IFRS, desempenho 12,9% abaixo do registrado no mesmo período do ano passado. No mesmo critério, o Ebitda subiu 59,3%, para R$ 437,4 milhões.


Sanepar (SAPR4): A Sanepar apresentou lucro líquido de R$ 232,6 milhões no segundo trimestre, uma queda de 8,3% na comparação anual. Segundo a empresa, o desempenho foi influenciado, principalmente, pela alta de 13,8% nos custos e nas despesas.


Qualicorp (QUAL3): A Qualicorp apresentou um lucro líquido de R$ 110,1 milhões entre abril e junho, um resultado 25% acima do reportado no mesmo intervalo de 2018.


Unipar (UNIP3): A Unipar Carbocloro reportou um lucro de 416 mil no segundo trimestre, uma queda de 99,4% ante o desempenho do mesmo período do ano passado, de R$ 70,750 milhões.


Centauro (CNTO3): A Centauro apresentou lucro líquido em IFRS 16 de R$ 111,829 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo prejuízo de R$ 2,439 milhões do mesmo período do ano passado.


Hapvida (HAPV3): A Hapvida reportou um lucro líquido de R$ 227,1 milhões no segundo trimestre, sem IFRS, desempenho 51,4% superior ao reportado no mesmo período do ano passado. Com IFRS, o lucro somou R$ 223,4 milhões.


Movida (MOVI3): A Movida teve lucro líquido de R$ 41,5 milhões no segundo trimestre, aumento de 4%. O Ebitda subiu 31,0%, para R$ 154,9 milhões, com uma margem sobre a receita liquida de serviços de 45,8% (+2,9 p.p.).


Santos Brasil (STBP3): A Santos Brasil encerrou o segundo trimestre com um lucro líquido de R$ 6,3 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 4 milhões reportado no mesmo período do ano passado.


CPFL (CPFE3): A CPFL Energia apresentou um lucro líquido de R$ 574 milhões de abril a junho, resultado 27,4% acima do registrado no mesmo período do ano passado.


Alliar (AALR3): A Alliar reportou um lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 9,6 milhões, crescimento de 82,1%. O lucro pro-forma somou R$ 11 milhões, o que neste critério representou aumento de 108,4%.


Klabin (KLBN4): A Klabin informou que venceu uma licitação de armazém no Porto de Paranaguá para movimentação e armazenamento de carga geral, especialmente papel e celulose.


BRF (BRFS3): A BRF nomeou Carlos Alberto Bezerra de Moura para a Vice-Presidência Financeira e de Relações com Investidores, posição que vinha sendo ocupada interinamente pelo Diretor Presidente Executivo Global da Companhia, Lorival Nogueira Luz Junior.

0 visualização
  • Legis Maxima
  • Instagram
png android.png

©2019 by Legis Maxima

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now